A ação apontou também 17 presos que ordenavam crimes de dentro das unidades prisionais do Ceará.

Um delegado suspeito de receber cerca de R$ 20 mil para soltar um traficante de drogas é um dos presos na operação Saratoga. A ação apontou também 17 presos que ordenavam crimes de dentro das unidades prisionais do Ceará. Os policiais e procuradores do Ministério Público identificaram, ao total, 40 suspeitos, dos quais 17 já se encontrava presos, e ordenavam práticas criminosas de dentro dos presídios, cinco foram capturados durante a operação e 18 estão foragidos.

Entre os suspeitos estão um escrivão e um delegado da Polícia Civil, presos por tráfico e corrupção passiva, respectivamente; e um sargento da Polícia Militar, já preso anteriormente, no 5º Distrito Policial, em agosto deste ano, durante outra operação. Um soldado da Polícia Militar e a mulher dele, uma advogada, estão entre os foragidos. (Do G1-CE)


Site desenvolvido por Agência Clig