Governo propõe cobrança de imposto sobre gorjeta

Os trabalhadores passam a receber o salário com o imposto sobre as gorjetas descontado. 

Nova polêmica na mesa do bar e do restaurante: a tributação da gorjeta. Para o governo, a gorjeta “não constitui receita própria dos empregadores, mas destina-se aos trabalhadores”.

A regulamentação da gorjeta, com incidência de imposto sobre ela, está prevista no Programa Verde e Amarelo apresentado pelo Ministério da Economia.

Assim, o governo entende que a gorjeta deve ser calculada como incorporação ao salário, passível de cobrança de impostos. A ideia é que os empresários retirem dos valores dados aos próprios trabalhadores parte dos recursos para bancar o pagamento de 13º, férias, horas extras e afins.

Ou seja: é o próprio trabalhador, e não o seu patrão, quem vai acabar bancando seus direitos trabalhistas. O Planalto entende que dando essas super-vantagens aos patrões, eles vão gerar mais vagas.

A Band fez uma boa reportagem sobre o assunto. Assista AQUI.


Site desenvolvido por Agência Clig