Professor Doutor Lucas da Silva, do IFCE, Quixadá, CE.

O Doutor em Desenvolvimento e Meio Ambiente pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Lucas da Silva, é professor do Instituto Federal do Ceará e atua na área de geociências com ênfase em climatologia, recursos hídricos e geoprocessamento, em Quixadá, no coração do Sertão Central do Estado. O currículo acadêmico dele impressiona. Nos primeiros anos deste século, porém, Lucas era apenas mais um jovem brasileiro, nordestino, de família pobre, sem diploma de nível superior e sem muitas perspectivas.

O agora professor conta que o ponto de virada na sua história de vida, e na vida de sua família, está entrelaçado à história de outro Silva, um tal de Inácio, um homem que, hoje, está sendo mantido encarcerado na Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba, a mando do Juiz Sérgio Moro.

“Eu estava assistindo o discurso de posse do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em 2003, e o vi dizer que sempre foi muito criticado por não ter diploma de nível superior e que aquele diploma de Presidente da República era o seu primeiro diploma. Ali eu decidi que eu também poderia mais”, conta o Doutor Lucas.

Embora a vontade de estudar e de crescer na vida, de ter uma carreira profissional e de contribuir para o desenvolvimento do país fosse grande, Lucas se deparava com as dificuldades tão típicas das famílias de baixa renda: falta de oportunidade, gerada principalmente por um modelo de governo que privilegiava as famílias tradicionais, aquelas que podiam bancar os estudos dos seus membros, que se mudavam para longe para estudar.

Lucas viveu um tempo em que ser Doutor era um sonho quase impossível para gente como ele. Segunda conta, tudo mudou com a ascensão de Lula à presidência. Em entrevista à Rádio Cultura FM, no sábado, 14, Lucas disse que os investimentos dos governos de Lula na educação produziram resultados práticos que jamais foram alcançados por gente técnica, ou pelos estudiosos da área, ou quaisquer outros que vieram antes dele. “Prova disso é que, hoje, Lula deve ser o ser humano com mais títulos Doutor Honoris Causa no planeta”, afirma.

Ele está certo. Embora seja extremamente raro alguém receber um título de doutor honoris causa, pois deve, antes, ter se destacado ou exercido grande influência em determinadas áreas, como nas artes, na literatura, na política ou promovendo a paz, o ex-presidente Lula já coleciona MAIS DE 30 destes títulos! Além de várias instituições brasileiras, Universidades da Espanha, França, Bolívia, Argentina, Equador, Peru e Portugal já concederam títulos doutor honoris causa a Lula.

“Lula foi quem mais criou Universidades nesse país. Foi quem revolucionou o ensino técnico”, diz Lucas. Ele mesmo se beneficiou dos incentivos criados pelo primeiro governo do presidente nordestino.

O Programa de Financiamento Estudantil e o Programa Universidade Para Todos foram apenas dois deles. As iniciativas inspiraram, anos depois, o Ciência Sem Fronteiras, que enviou milhares de estudantes brasileiros para fora do país.

Na sexta-feira, 13, Doutor Lucas da Silva afirmou para uma grande platéia, numa plenária realizada na casa do prefeito de Quixadá, Ilário Marques, ter orgulho de ensinar no IFCE, que também é legado de Lula. “Eu sou professor do IFCE por causa do presidente Lula. Eu sou doutor por causa do presidente Lula”, disse.

Lucas considera que os jovens precisam se engajar em exigir soluções para as dificuldades de seu tempo, mas jamais retroceder para favorecer projetos que flertam com o fechamento de oportunidades para os mais humildes.

Nos próximos dias, Lucas e a família entrarão de férias e já tem destino certo: vão acampar na frente da Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba, onde estão mantendo encarcerado o homem que marcou suas vidas para sempre. “Já comprei até uma barraca. Vamos nos juntar aos milhares que já estão lá. É uma forma de agradecer a ele e de dizer que eu sei o que era este país para gente pobre antes dele”, ressalta, emocionado, Doutor Lucas.

FORMAÇÃO ACADÊMICA DO DOUTOR LUCAS:

Fonte: Ministério da Educação.


Site desenvolvido por Agência Clig