A prefeitura de Quixeramobim, no Sertão Central, cancelou na tarde desta quarta-feira, 08, o processo seletivo simplificado que estava em andamento e que objetivava contratar servidores temporários. O cancelamento aconteceu após uma enxurrada de críticas dos próprios candidatos à segurança e lisura do processo. Eles apontaram diversos erros grosseiros. Nomes, cargos e nível de escolaridade trocados e até inscrições sem nome foram detectadas.

A prefeitura atribuiu os erros a problemas de comunicação entre os programas usados para o cadastramento dos candidatos. Num documento publicado hoje, anunciando a suspensão do processo, a prefeitura informa ainda que a comissão deve proceder agora “com a imediata análise e saneamento dos vícios e inconsistências que recaem sobre o procedimento”.

Para coroar a evidente desorganização, a portaria que suspendeu o processo ainda foi publicada com a data errada: 08 de fevereiro de 2017.

Veja a íntegra do documento:

Site desenvolvido por Agência Clig