Enfermeiro adota dez irmãos para manter todos juntos

Há no Brasil quase 5 mil crianças e adolescentes em unidades de acolhimento. Com idade entre 9 e 17 anos, elas tem menos de 7% de chance de serem adotadas. O enfermeiro Uanderson Barreto contrariou essa estatística e adotou dez.

A história de Uanderson foi contada no programa Fantástico, da TV Globo, nesse domingo, 11. Uanderson mora em Campos dos Goytacazes, Rio de Janeiro, e se divide em duas profissões: auxiliar concursado de serviços gerais e enfermeiro.

“Fui trabalhar no acolhimento e lá eu vi a realidade das crianças. E um belo dia, eu visitando a instituição a psicóloga: ‘Uanderson, eu tenho um filho aqui para você. Um filho que é a sua cara’. Daí, ela me apresentou o João”, conta.

A ideia de Uanderson era adotar apenas João. Mas, João pediu para o enfermeiro adotar o irmão biológico Daniel. “Se eu pudesse eu daria essa vida para muitos outros adolescentes, outras crianças”, diz Uanderson.

Meses depois, o enfermeiro conheceu o Alexandre, irmão biológico de João e Daniel, e resolveu adotá-lo. Depois, vieram os irmãos Leonardo e Pedro; na sequência, Jocilan. Or irmãos Marcos, Luciara, Vitória foram a seguir. As duas moças têm um irmão, Wesley, que está para adoção – e Uanderson já iniciou o processo para adotá-lo.

O mundo ainda tem jeito.


Site desenvolvido por Agência Clig