Rafael Vieira de Sousa, mais conhecido como “Rafael Galinha”, foi prso em Quixadá.

Rafael Vieira de Sousa, mais conhecido como “Rafael Galinha”, foi preso pela Polícia Civil de Quixadá nesta quarta-feira, 17. Ele é apontado numa investigação conduzida pelo delegado Marcus Damasceno, titular da Delegacia Regional de Polícia Civil, como chefe de uma quadrilha sofisticada de estelionatários.

Ontem foram presos Marcos Antônio da Silva Júnior e Rafael Rodrigues Pereira, ambos de 23 anos, acusados de participação na quadrilha.

As investigações da polícia apontam para “Rafael Galinha” como maior beneficiário do esquema.

COMO FUNCIONAVA OS GOLPES

Os golpes aconteciam mediante transações bancárias realizadas com uso de fraude. As vítimas eram convencidas a efetuar depósitos na conta corrente de Rafael Rodrigues com a promessa de terem algum benefício a receber. Logo após as vítimas caírem no golpe, o dono da conta sacava 20% do valor depositado. O restante permanecia à disposição do chefe do bando, que seria “Rafael Galinha”.

Somente na semana passada, o bando aplicou golpes que chegaram ao montante de R$ 100 mil, conforme investigação da polícia.

Rafael Rodrigues e Marcos Junior foram presos operando um valor de R$ 48 mil na Caixa Econômica. Ambos negam envolvimento no esquema. Marcos Junior, por exemplo, disse que estava na agência bancária apenas para dar carona ao colega até Fortaleza.

Conforme o Delegado Marcos Damasceno, Quixadá é um celeiro de estelionatários e as ações criminosas neste município podem ter obtido valores de até R$ 1 milhão, algo que só a continuidade das investigações poderá revelar.

LEIA TAMBÉM:
Depoimento de presos em Quixadá suspeitos de praticar estelionato vão parar nas redes sociais; leia os documentos


Site desenvolvido por Agência Clig