Banabuiú anuncia reforma e modernização de todas as escolas do Município

No último sábado letivo, dia 13 de abril, o município de Banabuiú anunciou oficialmente o início de uma força-tarefa que prevê reformar e modernizar as escolas da rede pública de ensino. De acordo com a Secretária de Educação da cidade, Imaculada Silveira, todas as escolas serão elencadas com a iniciativa. O objetivo principal é garantir mais conforto aos alunos em sala de aula e no espaço pedagógico.

Conforme a pasta responsável, inicialmente as cinco escolas que ficam na sede do Município serão reformadas. Em seguida, a ação se estende às unidades de ensino espalhadas por distritos e comunidades. A Prefeitura de Banabuiú informou que o todo o trabalho é custeado com recursos próprios.

A escola de ensino fundamental Ernesto de Sousa Nobre, da localidade de Jurema, foi a primeira que já teve os reparos realizados e a reforma concluída. O espaço está mais moderno, com arborização e reparos na estrutura física do prédio. A referida escola abriga 136 alunos, ofertando educação infantil e ensino fundamental do 1º ao 9º ano.

Banabuiú anuncia reforma e modernização de todas as escolas do Município

Nas próximas semanas o cronograma prevê que comecem a ser reformadas as escolas de ensino fundamental José Antônio de Oliveira, no distrito de Pedras Branca e Coronel Pergentino Ferreira, na comunidade de Boa Água. Todo o trabalho é acompanhado pela equipe de engenharia do município. Após concluírem os trabalhos nestas duas unidades as próximas escolas a serem reformadas serão Albertina Maia, na comunidade de Rinaré e  Vanderlei da Silva Aguiar, no distrito de Barra do Sitiá.

Imaculada Silveira, Secretária do município de Banabuiú, justifica que as reformas são importantes, tendo em vista a necessidade de investir em conforto para os alunos e os profissionais que atuam nestes espaços. “Um bom ambiente escolar é fundamental para o aprendizado dos alunos, sabemos disso. Tanto que estamos priorizando as reformas das escolas, pois não é só ofertar vagas, temos que ter estruturas adequadas para uma boa educação”, destacou Imaculada.


Site desenvolvido por Agência Clig