Sindicato aponta que carne no Ceará pode ficar mais cara

O preço da carne no Ceará pode ter aumento. Segundo o presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Carnes (SindCarnes), Francisco Everton, porque entrou o período de entressafra do produto no País, que vai até dezembro.

No momento, há estabilidade na tabela. O quilo da carne de primeira custa na ordem de R$ 28,00 e a de segunda, R$ 15,00, mas tudo vai depender do cenário da economia.

“Agora em setembro vamos avaliar e definir se virá ou não reajuste. Vamos torcer por estabilidade”, afirma Everton. Ele explica que o segmento torce para não reajustar porque enfrentou, no primeiro semestre deste ano, queda da ordem de 10% no consumo.

Hoje o cearense consome 2 mil toneladas/semanais de carne, enquanto o Brasil tem um consumo de 40 kg per capita, considerado ainda baixo.

Conteúdo: O Povo


Site desenvolvido por Agência Clig