Pedra da Galinha Choca, cartão postal de Quixadá.

Quixadá tem problemas estruturais que precisam ser debatidos com seriedade. O foco precisa sair da mera disputa eleitoral e tocar nas feridas, criando caminhos para a sua cura. Soluções que abram para o município novas perspectivas de desenvolvimento são urgentes.

O PT e o PSDB deveriam encabeçar esse debate, colocando a disputa eleitoral de lado por um pouco. Qualquer uma das suas lideranças que eventualmente cheguem ao poder terão de lidar com os mesmos desafios. Utilizar a inteligência conjunta para apontar soluções é uma questão de responsabilidade. Debates assim não devem aguardar períodos eleitorais, mas precisam ser uma constante. O DQ propõe respeitosamente o planejamento de um encontro que envolva cabeças pensantes, lideranças políticas não interessadas apenas em desgastar os outros, mas em apontar vias para um Quixadá grande.

O MDB, infelizmente, a cada dia se mostra mais alheio a essa necessidade e por suas próprias ações se exclui. Através de suas mídias, a liderança do partido, o médico Ricardo Silveira, mostra que quer apenas chegar lá, mas não sugere quais são as soluções para os problemas que aponta insistentemente. As vezes temos a impressão de que o médico só entende mesmo de medicina. O resto é mera ambição por poder. Todas as críticas feitas pelos partidários de Ricardo Silveira em Quixadá visam UNICAMENTE desgastar seus oponentes. É só oque sabem fazer. Isto é lamentável. Quixadá precisa de ideias que possam ajudar, não de berros matinais em microfone. A ambição de Ricardo Silveira por se tornar prefeito, em si mesma, não serve de nada.

Ao debate, às feridas e às soluções. Não há outro caminho para o município.


Site desenvolvido por Agência Clig