Opositores de Ilário Marques mantém silêncio total sobre construção do quartel do Corpo de Bombeiros

O que um grupo político fala diz muito sobre ele. O que ele deixa de falar também.

Em Quixadá, a oposição a Ilário Marques e a Osmar Baquit mantém silêncio total sobre coisas que preferem, a todo custo, que não sejam levadas ao conhecimento da população.

Usando blogs e uma rádio, concentram seu foco nas denúncias do Ministério Público contra o vereador Ivan Construções, sem explicar que executivo e legislativo são poderes separados, com administrações independentes, e que coexistem na forma prevista pela lei.

Por outro lado, escondem que uma bandeira antiga de Quixadá, uma das mais importantes conquistas dos últimos anos para o município, está em plena construção: o quartel do Corpo de Bombeiros.

Quixadá sofreu muito ao longo do tempo por causa de incêndios. Todos os anos os episódios se repetem. Casas e espaços comerciais sofrem danos, às vezes milionários, por causa do poder destrutivo do fogo. A sociedade quixadaense há tempos cobrava que os bombeiros tivessem base permanente na principal cidade do Sertão cearense. E isto está sendo atendido.

Em 2020 a Terra dos Monólitos já vai contar com estes guardiões da vida.

Mas os opositores de Ilário Marques mantém silêncio sobre o assunto porque se trata de uma conquista alcançada, não por eles, mas pela aliança entre Ilário e Osmar Baquit, que pelo visto vai se repetir em 2020.

O importante é que a máquina pública municipal, que se recuperou de anos mergulhada no caos fiscal e financeiro, está começando a mostrar os resultados do investimento em organização interna durante a primeira parte do mandato atual. Convênios foram recuperados, obras concluídas com recursos próprios e outras estão em andamento, parcerias com o governo do Estado foram retomadas e ainda há mais notícias promissoras para serem veiculadas. A oposição silencia e aposta no que sabe fazer: barulho nas redes sociais.

Cadê a notícia sobre a construção da rodovia para Dom Maurício? Está acontecendo.

Cadê a notícia sobre a construção da creche proinfância em Juatama? Está acontecendo.

Cadê a notícia sobre o processo licitatório para início das obras da rodovia para o Custódio? Está acontecendo.

Cadê a notícia sobre a instalação do curso de medicina? Está acontecendo.

Cadê a notícia sobre o volume de mais de R$ 1 milhão investidos na recuperação das escolas municipais? Está acontecendo.

Cadê a notícia sobre a recuperação dos convênios e o resgate dos recursos que permitiram a finalização dos postos de saúde que deixaram inacabados? Está acontecendo.

Cadê a notícia sobre a buraqueira que, com recursos próprios, o poder público vem tapando na cidade? Está acontecendo.

Cadê a notícia sobre a construção do tão sonhado quartel do Corpo de Bombeiros? Está acontecendo.

Aquilo sobre o que a oposição silencia diz muito sobre o seu caráter. São arruaceiros sem projeto político sério para o município, ansiosos para colocarem as mãos na máquina pública, como fizeram nos anos de 2013 e 2016. Os servidores públicos, que nunca tiveram um período tão ruim como aquele, tremem só de lembrar.

Enquanto eles silenciam a verdade, o povo vai vendo nas ruas e no seu dia a dia que a estratégia de Ilário Marques para recuperar Quixadá vai dando certo, não por causa dos opositores, mas apesar deles. E 2020 pode dar a estes propagadores do ódio e da mentira uma resposta ainda mais pesada: Não é assim, com baderna e difamando as pessoas, que se faz política.


Site desenvolvido por Agência Clig