Médico Ricardo Silveira.

Na semana passada, o médico Ricardo Silveira divulgou vídeo afirmando que não é contrário à realização do Pula Fogueira. Disse tratar-se de uma tradição que precisa ser mantida e ampliada. Ele respondia a uma matéria do DQ que revelava que a administração pública recebeu alertas de que ele e aliados políticos estavam tentando nos bastidores inviabilizar a festividade.

Apesar da conversa bonita do doutor, as mídias ligadas a ele ainda não deram uma palavra sequer de apoio ao evento. Reconhecidamente, o Pula Fogueira é um investimento importante para a cidade, pois gera ocupação e renda, aquecendo a economia local num período importante do ano, e tem o apoio maciço dos comerciantes.

Reportagens foram produzidas para apoiar eventos festivos em outros municípios, mas para Quixadá sobra o silêncio. Este tipo de oposição acha que o Pula Fogueira é uma festa do prefeito. Não é. Embora esteja embrionariamente ligado a Ilário Marques, o Pula Fogueira se transformou em festa tradicional, pertence à cidade e ao seu povo. Deveria receber apoio de todos que dizem gostar deste lugar.

Oposição que não reconhece acertos tem pouca moral para criticar defeitos. Ainda mais se é composta por gente que, entre 2013 e 2016, já provou que não sabe cuidar de Quixadá.

O silêncio sobre o evento diz muito mais do que qualquer palavra que pudessem pronunciar.


Site desenvolvido por Agência Clig