A personagem Momo, criada a partir de uma escultura (“Mother Bird”, mãe pássaro) criada pela empresa de efeitos especiais japonesa Link Factory

A personagem Momo, criada a partir de uma escultura (“Mother Bird”, mãe pássaro) criada pela empresa de efeitos especiais japonesa Link Factory, voltou a agitar as redes sociais, após uma reportagem publicada na sexta-feira passada na revista “Crescer” sobre relatos da aparição da boneca macabra, ensinando o desafio de se suicidar, em vídeos voltados ao público infantojuvenil no YouTube. A Kaspersky Lab, empresa internacional de cibersegurança, divulgou, nesta segunda-feira, uma série de recomendações aos pais.

1- Ter conversas regulares com o (s) seu (s) filho (s) – conscientize-os sobre como estar seguro online – e entrem em um acordo sobre quais sites são apropriados para eles
2- Certifique-se de que seu filho entenda que ele não deve “fazer amizade” com alguém online que não conhece na vida real ou adicionar números desconhecidos a seus contatos
3- Ativar configurações de segurança – configurações como a reprodução automática devem ser desativadas e os controles parentais podem ser instalados para ajudar a evitar que as crianças visualizem conteúdo impróprio;
4- Faça uso de recursos, como mudo, bloqueio e relatório – isso os protegerá de muitos conteúdos nocivos.


Site desenvolvido por Agência Clig