Kido Aranha pousou em Monsenhor Tabosa, exatos 121 km de seu local de partida, em Quixadá. Na foto, é recebido por crianças e populares.

A temporada de voo livre na modalidade cross-country em 2018 começou bem para os pilotos quixadaenses Kido Aranha e Marcio José, que realizaram voos espetaculares no último domingo (05). Os dois quebraram a marca dos 100 km percorridos no ar.

Kido Aranha, aliás, tem se saído muito bem no esporte, apesar do pouco tempo de prática, tendo começado há apenas dois anos. Atualmente, é ele quem lidera a liga cearense de cross-country com a soma dos dez maiores voos em 2018, somando 613 km voados só neste ano.

Kido Aranha está no topo da lista da liga cearense de cross-country com os 10 maiores voos de 2018.

Na abertura da temporada de cross-country 2018, Kido partiu da rampa de decolagem em Quixadá, localizada na Serra do Urucum, e fez o seu pouso no município de Monsenhor Tabosa. Voou por exatos 121 km. Com tão pouco tempo de prática, nenum cearense havia conseguido isto.

Para se ter uma ideia do feito de Kido Aranha, mesmo ele sendo da categoria sport a sua quilometragem lidera também a categoria open (profissional).

“Acredito que loo serei superado na categoria profissional, mas pretendo manter a liderança na minha categoria, que é a sport, até o final do ano”, disse ele ao Diário de Quixadá.

Marcio José saiu de Quixadá e pousou em Madalena, 115 km de percurso.

Marcio José também tem motivos para comemorar seu voo inicial na abertura da temporada de cross-country 2018. No último domino ele partiu de Quixadá e fez seu pouso no município de Madalena, tendo percorrido 115 km no ar. Este é agora o seu recorde pessoal.

ESPAÇO PUBLICITÁRIO


Site desenvolvido por Agência Clig