Rony Jason, lutador de MMA, se envolveu em agressão contra mulher em Quixadá.

O lutador de MMA, Rony Jason, foi filmado agredindo uma mulher na madrugada de domingo, 08, após uma festa em Quixadá. A vítima chegou a ficar momentaneamente desacordada no chão. A violência só parou depois que algumas pessoas conseguiram segurar Jason.

Muitos se perguntaram o que teria levado o esportista a tamanho ato de violento desequilíbrio. Um dia depois do episódio, um áudio da vítima, uma mulher de nome Sara, que é irmã de Jason, começou a circular em grupos de Whatsapp, explicando o que havia acontecido.

Conversando com uma amiga, Sara diz: “Eu fui passar na cara dele, amiga, que ele pra vir pra cá, pra festa, ele sempre vem, e não tem coragem de vir pra visitar a mãe dele que tá muito doente com depressão. Aí ele se revoltou comigo quando eu falei isso. Aí ele me tacou no chão e começou a me socar.”

Em tom de desabafo, Sara prossegue: “Coisa de gente que já tá sem fama, aí não tem como se amostrar, e tinha que fazer alguma coisa pra chamar atenção das pessoas, sabe? Fracassado é assim mesmo.”

Tentamos contato telefônico com Rony Jason para comentar as declarações da irmã e dar a sua versão, mas o celular estava desligado.

As agressões chocaram os internautas, especialmente as mulheres. Muitos deixaram mensagens de apelo à Polícia Civil para que adote medidas em relação ao que aconteceu. Não há notícias de que a vítima tenha formalizado uma queixa contra Jason. Mas a Delegada Janaína Siebra, da Delegacia de Defesa da Mulher, afirmou à imprensa que vai abrir um inquérito para investigar o lutador. Independente da formalização da denúncia por parte da vítima, a delegacia de Polícia Civil está tomando as medidas cabíveis e Jason, provavelmente, será enquadrado na Lei Maria da Penha.

O UFC ainda vai se pronunciar sobre o fato e, segundo avaliam alguns observadores do esporte, Jason deverá ser expulso.

Veja algumas reações dos internautas:










Site desenvolvido por Agência Clig