Professores de Quixadá aderem à paralisação nacional pela educação e não haverá aulas nesta quarta-feira, 15

Professores e professoras da rede pública municipal de ensino aderiram à paralisação nacional em defesa da educação, contra os cortes do governo Bolsonaro no orçamento das universidades, e não haverá aulas nesta quarta-feira, 15.

Consultada, a prefeitura disse que respeita e apoia a decisão da classe e liberou também os servidores da pasta da educação para aderirem à paralisação nacional. As aulas serão recuperadas no dia 25 de maio.

As manifestações contam, também, com apoio da Feclesc/Uece em Quixadá, e os campus da UFC e IFCE, que devem realizar atos de repúdio à política bolsonarista que compromete a própria manutenção das instituições públicas de ensino superior.


Site desenvolvido por Agência Clig