O 18º Pula Fogueira de Quixadá, realizado entre os dias 14 a 17, ficou marcado pelo elevado nível de organização e segurança.

O 18º Pula Fogueira de Quixadá, realizado entre os dias 14 a 17, ficou marcado pelo elevado nível de organização e segurança, fatores que permitiram o usufruto pacífico de uma festividade junina que entrará para a história como aquela que reacendeu uma chama de esperança em dias melhores para a principal cidade do Sertão Central.

A organização do evento comemora o fato de que nenhuma ocorrência de violência grave foi registrada na Praça José de Barros, crédito que vai para o povo de Quixadá que, sedento de suas próprias tradições festivas, soube aproveitar com dignidade e em paz os quatro dias de festa.

Multidão lota a Praça José de Barros durante o 18º Pula Fogueira de Quixadá.

A estimativa da prefeitura é de que 70 mil pessoas passaram pela praça nos quatro dias do Pula Fogueira. Um festival de quadrilhas vindas de vários municípios do estado encantou a plateia. O grupo Sol Nascente, da cidade de Iguatu, foi declarado campeão. Apresentações de cantores locais e das bandas Forró Real, Solteirões do Forró e Lagosta Bronzeada fizeram a alegria das multidões.

O Pula Fogueira cumpriu com êxito sua função de aquecer a economia local, atrair visitantes, gerar emprego e renda e de ser o marco inicial dum longo processo de recuperação das tradições juninas de Quixadá.


Site desenvolvido por Agência Clig