Quixadá, no Sertão Central, em foto de Lutero Rômulo.

Tem chamado atenção de populares, já há algum tempo, a presença de grupos de colombianos em Quixadá com atividades não definidas.

Os estrangeiros não possuem nenhuma ligação com empresas locais e aparentemente não empreendem, eles mesmos, nenhum negócio na cidade.

Leitores do Diário de Quixadá tem enviado, nas últimas semanas, várias mensagens dando conta de que estes grupos, compostos por homens, estão alugando casas na cidade em endereços diferentes.

“Isso é muito estranho. Ninguém sabe o que eles estão fazendo aqui, é uma presença estranha. Pode ser que não seja nada demais, mas a gente vive preocupada”, comentou, em anonimato, uma moradora do Bairro Campo Velho, onde um destes grupos fixou residência.


Site desenvolvido por Agência Clig