A Polícia Civil de Quixadá realizou nesta terça-feira, 16, uma operação que resultou nas prisões de duas pessoas suspeitas de praticar estelionato. A ação policial foi confirmada ao Diário de Quixadá pelo Delegado Marcus Damasceno, que comandou a atividade.

Um grupo está sendo investigado há vários dias pela polícia pela prática de clonagem de cartões. Na semana passada, segundo declarações do delegado à imprensa, os investigados deram golpe de mais de R$ 100 mil. Ainda conforme o Dr. Marcus Damasceno, os jovens Marcos Antônio da Silva Junior e Rafael Rodrigues Pereira, vulgo “Fuinga”, haviam tentado, na manhã desta terça-feira, aplicar outro golpe envolvendo quantias vultuosas, mas acabaram presos.

Por ocasião da prisão, uma a quantia de R$ 5 mil em dinheiro foi apreendida dentro do veículo de Marcos Junior, supostamente fruto da prática criminosa. Marcos Junior é responsável, segundo a investigação, por dar apoio ao crime, inclusive repartindo os lucros do esquema.

O grupo envolveria ainda mais integrantes, filhos de empresários locais, que o delegado acredita que acabarão presos também. Marcos Junior e Rafael “Fuinga” serão enquadrados nos crimes de estelionato e associação para o crime.


Site desenvolvido por Agência Clig