Dênis Fernando, ex-chefe do setor de compras da prefeitura de Quixadá durante os anos 2013 a 2016, aparece em um vídeo entregue pelo empresário Igor Cristino Azevedo Cavalcante à Polícia Civil e ao Ministério Público do Ceará.

 

No centro da foto, Denis Fernando aparece dando gargalhadas enquanto contava dinheiro de propina que seria destinada a João da Sapataria, segundo delator.

Em meio a gargalhadas e conversas sobre licitações, ele conta notas de dinheiro que se avolumam sobre uma mesa. Segundo Igor Cristino, o valor de R$ 100 mil era a segunda parcela de uma propina paga ao ex-prefeito João da Sapataria em troca da vitória na licitação do lixo da cidade.

O delator também informou às autoridades que Dênis Fernando era o intermediário responsável por receber a maioria das propinas mensais no valor de R$ 50 mil destinadas ao ex-prefeito.

“PT não”, “PT nunca”, dizia homem em Quixadá flagrado em vídeo contando dinheiro de propina.

Casado com Lívia Mara Bezerra, sobrinha de João da Sapataria e secretária de saúde naquela administração, Dênis Fernando gozava de grande influência na gestão. Os dois protagonizaram alguns dos atos de campanha mais provocativos contra o PT de Quixadá, no ano de 2012. Exibiam com orgulho em suas redes sociais: “PT não” e “PT nunca”.

Nos próximos dias, o Ministério Público poderá se pronunciar sobre as denúncias recebidas do delator Igor Cristino.

GARRAS DO PASSADO
PARTE 1: Empresário confessa ao MP-CE propina de R$ 100 mil à campanha de João da Sapataria em 2012
PARTE 2: João da Sapataria recebia propina mensal de R$ 50 mil, diz empresário delator


Site desenvolvido por Agência Clig