Armas apreendidas.

Trinta e cinco armas de fogo e mais de 400 munições de diversos calibres foram retirados de circulação. A apreensão do arsenal é o resultado final da operação realizada pela Polícia Militar do Ceará (PMCE) no Sertão Central cearense. Dez pessoas foram presas em flagrante e mais de 100 pássaros silvestres e outros materiais ilícitos estão entre as apreensões. A operação foi realizada por policiais militares do Batalhão de Polícia do Meio Ambiente (BPMA). As ações, que se encerraram no último sábado (12), tiveram início no dia 4 de maio e passaram por seis municípios cearenses. A operação objetivou apreender armas, munições e inibir a prática de delitos como crimes ambientais na região.

A primeira ostensiva ocorreu na manhã do dia 4 de maio, no Sítio Cipó de Cima, no distrito de São João dos Queiroz, em Quixadá. Após informações, a composição militar chegou até a casa de José Evando Queiroz da Silva, onde apreenderam duas espingardas e sete munições. O homem foi conduzido para a Delegacia de Defesa da Mulher (DDM), onde foi autuado por posse ilegal de arma de fogo. Na tarde do mesmo dia, na Fazenda Casa Forte, um homem, identificado como Eliado Carneiro (42), foi conduzido para a Delegacia Regional de Quixadá, onde foi autuado por posse irregular de arma de fogo e criações irregulares de aves silvestres. Com o suspeito foi apreendido um revólver calibre. 32, uma espingarda cal.28 e 36 munições. Também foram localizados um papagaio, dois galos campina e um papacapim. O procedimento foi lavrado na Delegacia Regional de Quixadá.

Na tarde do dia seguinte (5), os policiais militares foram até o Sítio Pedras Brancas, no distrito de Barra do Sitiá, em Banabuiú. Erasmo Carlos Ferreira Pinheiro (49) foi preso por posse ilegal de arma de fogo e por possuir, de forma ilegal, animais da fauna silvestre brasileira. Com o suspeito foram apreendidos duas espingardas, 31 munições e 15 pássaros silvestres. O procedimento foi lavrado na DDM, em Quixadá. Na manhã do dia seguinte (6), no Distrito de Caio Prado, em Itapiúna, após fiscalização na margem da rodovia CE 060, foram ouvidos dois estampidos de armas de fogo, nas imediações do Rio Pirangi. Ao chegar à margem, foram avistados dois homens atravessando o rio, tendo deixado duas armas de fogo e munições abandonadas. Dando continuidade às ações, dessa vez, no Distrito de Pai João, em Aratuba, os policiais encontraram dois homens, de 56 e 46 anos, com armas e animais silvestres. Com os suspeitos, foram apreendidas duas espingardas e 13 munições.

Armas apreendidas

Na tarde do dia seguinte (7), no Assentamento Todos os Santos, distrito de Salitre, em Canindé, um homem foi preso por posse de arma de fogo e abate de animais silvestres. A ação ocorreu após fiscalização na localidade supracitada. Foram apreendidas uma espingarda e 16 munições. Quatro animais abatidos foram localizados no local. No mesmo dia, na Margem do Rio Curu, Fazenda Fresco, em Canindé, após fiscalização, os militares encontraram três espingardas e 41 munições, além de animais silvestres. Dando sequência às buscas por ilícitos na região, os militares encontraram com um homem de 20 anos de idade, duas espingardas e 36 munições, além de animais silvestres.

Trabalho continuado

A operação teve continuidade nas Áreas Integradas de Segurança 15,16 e 20. No dia 8 de maio, nos municípios de Salitre e Canindé, a Polícia Militar apreendeu quatro espingardas e desarticulou um comércio irregular de munições e acessórios para caça. No estabelecimento foram apreendidos 237 munições de calibres variados, 836 recipientes contendo pólvora, 135 recipientes com espoleta, 33 recipientes de chumbo, 174 ferrolhos para arma artesanal e 14 apetrechos para cartuchos. Na data seguinte (9), a composição seguiu para a cidade de Itatira. Após patrulhamento ostensivo e fiscalizações, os PMs conseguiram apreender armas de fogo e 117 munições de diversos calibres. No distrito de Morro Branco, a composição prendeu quatro homens por porte ilegal de arma de fogo e criação irregular de animais silvestres. Seis espingardas foram apreendidas e 129 munições de diversos calibres retirados de circulação. Na última quinta-feira (10), em Santa Quitéria, quatro armas foram apreendidas, sendo três espingardas e um revólver, além de 13 munições retiradas de circulação.

Para o 2º Tenente Paulo Yrtonny, que atua no na 4ª Companhia do BPMA e comandou a operação, o resultado da ação policial foi considerado “ótimo”, superando as expectativas de apreensão.“Tentamos mostrar à população uma consciência ambiental, de manter os pássaros livres, no habitat”, ressalta o policial. Além da importância ambiental, o oficial ressalta que as armas e munições retirados de circulação, além de serem utilizadas para caça ilegal, poderiam ser empregadas em crimes. “Essas armas poderiam facilmente cair nas mãos de homicidas e assaltantes”, explica o militar. (Fonte: SSPDS)

ESPAÇO PUBLICITÁRIO


Site desenvolvido por Agência Clig