Morre professora Maria Noeme, aos 87 anos, em Quixadá.

A professora Maria Noeme Alencar morreu, nesta quinta-feira, 07, aos 87 anos, em Quixadá. Há meses ela lutava bravamente contra um câncer.

Dona Noeme é figura conhecida no município, tendo desempenhado papéis importantes no cuidado de comunidades carentes, nas quais ela mesma estava inserida. Nos anos 1990, atuou pioneiramente como uma das primeiras agentes de saúde de Quixadá, contribuindo para a conscientização coletiva, junto às famílias pobres da cidade, de medidas básicas de cuidados preventivos de saúde.

Como professora, contribuiu na formação de gerações inteiras de quixadaenses, ajudando crianças e jovens a crescer com sentido de cidadania, longe do crime. Foi figura social unificadora, pricipalmente nos bairros Alto São Francisco e Campo Velho, organizando projetos e ações que visavam o progressivo bem-estar dos mais humildes. Jamais se candidatou a cargos públicos, embora tenha gozada de imenso prestígio e respeito das comunidades onde atuou durante sua vida. Pessoa de grande fé em Deus, dedicou as últimas décadas de sua vida a promover educação bíblica aos seus filhos, netos e vizinhos.

De acordo com informações enviadas pelos familiares, o velório de Dona Noeme acontece em sua residência, na Rua Neo Martins, bairro Campo Velho. O sepultamento deve acontecer às 16 horas.

ESPAÇO PUBLICITÁRIO.


Site desenvolvido por Agência Clig