Maternidade de Quixadá e Governo do Estado vão antecipar em 2021 instalação de UTI’s previstas para 2022. Foto: meramente ilustrativa. 

O Hospital Maternidade Jesus Maria e José (HMJMJ) anunciou, nesta sexta-feira, 19, que a instalação da “UTI Adulta com capacidade para 10 leitos, que estava prevista para 2022 dentro do Plano de Modernização da Saúde do Estado do Ceará”, vai ser antecipada. De acordo com o HMJMJ, a instituição está contemplada dentro do plano estadual pela sua oferta filantrópica de atendimentos médicos.

A antecipação da instalação do equipamento, articulado pela prefeitura em 2020 junto ao governo Camilo Santana, leva em consideração “o novo crescimento da curva de contágio do coronavírus (SARS-CoV-2) e o esgotamento de leitos em toda a rede de saúde para atender pacientes diagnosticados com a COVID-19.”

“Viu-se a necessidade de complementar a Rede de Assistência Hospitalar da Macro Regional do Sertão Central com o objetivo de minimizar os danos na população”, diz a nota do HMJMJ.

O HMJMJ afirma também que está fazendo investimentos próprios “na adequação da estrutura física para receber os equipamentos enviados pelo Governo do Estado do Ceará.”

Articulações e “esforço coletivo”

As articulações para a criação de leitos de UTI no HMJMJ aconteceram ainda em agosto de 2020, no auge da crise sanitária. De forma consciente e responsável com a verdade, desinteressada em marketing político, o HMJMJ reconhece a conquista como um “esforço coletivo”. Contra o uso desvirtuado para promover políticos, o HMJMJ também pede que as pessoas fiquem atentas aos seus canais oficiais, e crava a hashtag: #TodosContraFakeNews.

Informe público.


Site desenvolvido por Agência Clig