Iniciativa Pioneira: Ilário Marques apresenta unidade exclusiva para atendimento de casos suspeitos de Covid-19.

O município de Quixadá, no Sertão Central, está se adiantando ao pico de incidência do coronavírus, que deve acontecer nas próximas semanas, e adotando medidas pioneiras na região para o enfrentamento da crise sanitária.

Nesta terça-feira, 25, Ilário Marques apresentou uma unidade exclusiva para atendimento ambulatorial de casos suspeitos de coronavírus no município. Localizado no Bairro Putiú, o prédio, preparado com recursos próprios da administração local, no futuro será usado como Unidade Básica de Saúde.

Quixadá já havia adotado, antes mesmo do governo estadual, medidas de restrição de aglomerações de pessoas. Depois estabeleceu um número de telefone para que os cidadãos com sintomas pudessem ligar, conversar com um profissional de saúde e, depois, nos casos suspeitos, receber em casa a visita de um médico. Este trabalho continua acontecendo e dezenas de visitas já foram feitas.

A ideia é evitar que os casos suspeitos procurem a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), onde poderiam infectar facilmente outras pessoas fragilizadas por outras doenças, caso tenham mesmo o novo vírus.

Pensando nisso, Ilário Marques determinou a preparação imediata de uma unidade para receber os casos suspeitos. O local é confortável, possui estrutura para atendimento ambulatorial e até mesmo aguarda receber do Governo do Estado equipamentos, tais como ventiladores mecânicos, para internação temporária de casos mais graves.

“No estágio inicial de gravidade dessa doença, as pessoas sentem muita dificuldade para respirar. Se o governo do Estado nos enviar os ventiladores mecânicos, esta unidade ficará pronta para internar provisoriamente os doentes, até que eles sejam transferidos para o Hospital Regional, que é o hospital de referência”, disse o gestor. “Essa internação inicial aqui pode resultar em salvarmos vidas, porque o Hospital Regional só recebe pacientes se eles já estiverem entubados, um trabalho que queremos fazer aqui”, completa.

No pico do surto de casos de coronavírus, é para esta Unidade de Atendimento que os doentes irão para serem atendidos. Além da estrutura física, a administração local também já providenciou o corpo de profissionais, incluindo médicos, enfermeiras, técnicos e outros que vão atuar na linha de frente no combate ao novo vírus.


Site desenvolvido por Agência Clig