Ilário Marques pede recuperação de prêmio de R$ 100 mil que governo interino deixou voltar

Com o objetivo de incentivar os municípios a atingirem melhores resultados no enfrentamento às arboviroses, o Governo do Estado liberou, no ano passado, R$ 10 milhões às cidades que cumprissem seis critérios estabelecidos pela Secretaria da Saúde (Sesa) do Ceará.

Quixadá conseguiu cumprir os requisitos e, em agosto de 2018, foi comunicado que o município estava na relação dos que receberiam a quantia de R$ 100 mil, bastando apenas cumprir o restante da etapa burocrática. Parte do recurso seria destinado aos agentes de endemias.

Em 16 de agosto, porém, o comando do município passou para as mãos do vice-prefeito João Paulo, que não se preocupou com a burocracia da premiação e deixou o valor voltar. Todos os agentes de endemias seriam prejudicados, pois como dito acima, parte deste recurso é deles.

Nesta última semana, ao responder questão levantada pelo vereador Cabo Marlim, Ilário Marques afirmou que já pediu a recuperação da quantia e espera apenas que o valor seja depositado para fazer a distribuição da premiação.

ESPAÇO PUBLICITÁRIO


Site desenvolvido por Agência Clig