Escaladores em Quixadá concluem última via feita por Francisco Ednardo e dão a ela nome em sua homenagem

Um grupo de escaladores e amigos do fotógrafo quixadaense Francisco Ednardo Pinheiro, que sofreu acidente no dia 09 de junho, ao tentar escalar uma rocha nas proximidades do açude Eurípedes, neste município, e morreu dois dias depois, concluíram a via que estava sendo feita por ele.

Placa em homenagem a Ednardo Pinheiro.

O grupo deu à via o nome de “O Último Ato” e afixaram no local em que ele caiu uma placa em sua memória. Nela está uma foto do fotógrafo, que era também experiente escalador, e os dizeres: “A beleza da natureza, proveniente da paisagem encontrada, onde poucos olhos puderam pousar, é provida de intensa energia, tornando-a sublime, despertando no indivíduo uma sensação de liberdade.”

Francisco Ednardo nasceu em 1956 e tinha 63 anos quando morreu. Ele deixou um legado de amor à profissão, à fotografia, e ao esporte da escalada, que explora as mais belas paisagens da Terra dos Monólitos.

No vídeo, amigos homenageiam Ednardo:

SIGA O DIÁRIO DE QUIXADÁ NO INSTAGRAM


Site desenvolvido por Agência Clig