Apoiadores de Bolsonaro inflaram boneco de Moro em Quixadá em 2017.

Apoiadores do governo Bolsonaro em Quixadá planejam aderir ao chamado de integrantes do PSL, partido do presidente, para se manifestarem em defesa do governo no próximo domingo, dia 26. Visto que é um dia de descanso, os organizadores acreditam que haverá bom número de manifestantes nas ruas. A movimentação para preparar atos de apoio a Bolsonaro acontece principalmente nas redes sociais.

Em Quixadá, um dos irmãos do médico Ricardo Silveira, que se anuncia como pré-candidato nas eleições de 2020, é presidente do PSL e proprietário de uma emissora de rádio. Foi ele que articulou a vinda para Quixadá do boneco inflável do juiz Sérgio Moro, durante visita de Lula a este município em 30 de agosto de 2017. O boneco acabou sendo esfaqueado por um grupo indígena que veio para ver Lula.

A sigla em Quixadá não se manifestou oficialmente sobre participação nos manifestos do dia 26.

A nível nacional, até o PSL está dividido, com alguns de seus membros mais destacados pedindo que os bolsonaristas não saiam para manifestações. A preocupação é que os manifestos do dia 26 sirvam apenas para inflar as manifestações dos estudantes, marcadas para o dia 30, em defesa da educação e contra o governo Bolsonaro.


Site desenvolvido por Agência Clig