Pai e filho brincam durante exibição de quadrilhas na Praça José de Barros, no 18º Pula Fogueira de Quixadá.

O Comandante do 9º Batalhão de Polícia Militar, Tenente Coronel Clayton Rodrigues, considera os três dias de festa em Quixadá como pacíficos. Nenhuma ocorrência de violência foi registrada pela PM e eventuais comportamentos inadequados na Praça José de Barros, durante o 18º Pula Fogueira, tem sido rapidamente contidos. Algumas pessoas, de fato, foram retiradas do local durante estes dias.

A Polícia Militar tem feito um trabalho ostensivo de segurança considerado digno do aplauso popular durante os dias de festa. Policiais estão espalhados por todo o local do evento, oferecendo não apenas a sensação de segurança, mas efetivamente segurança mesmo. Além deles, mais de 50 homens contratados pela organização da festa fazem a segurança particular do evento.

Policiais Militares estão presentes o tempo todo na Praça José de Barros. Trabalho da PM cria uma sensação de segurança importante para o evento.

Indagado sobre o suposto roubo de dezenas de celulares na Praça José de Barros, o comandante da PM diz que a situação inexiste e que a polícia não tem registro de tais ocorrências. Uma situação em que dezenas de celulares teriam sido roubados equivaleria a um verdadeiro arrastão, circunstância não vislumbrada durante os dias de festa.

Todos os acessos à Praça José de Barros estão fechados e aqueles que entram são revistados. Garrafas de vidro são proibidas no local.

Policiais Militares no início do terceiro dia de Pula Fogueira em Quixadá.

Obviamente, embora o esquema de segurança esteja funcionado bem, é necessário que todos se mantenham com atenção redobrada, tendo cuidados básicos para proteger os próprios pertences. Numa festa de grandes proporções, como tem sido o Pula Fogueira em Quixadá, é de se esperar que vagabundos queiram aproveitar a ocasião para subtrair pertences alheios.

A Polícia Civil registra apenas seis Boletins de Ocorrência envolvendo furtos durante todos os dias de festa, mas nem todos eles aconteceram na própria Praça José de Barros.

Barraqueiros durante o 18º Pula Fogueira em Quixadá.

A festa tem sido positiva para os comerciantes, já que o Pula Fogueira aquece o comércio de produtos e serviços em Quixadá. Barraqueiros tem realizado boas vendas durante o evento e consideram o ambiente tranquilo para trabalhar.

No terceiro dia de festa teve apresentação da Banda Forró Real e Júnior Gordim e Banda. Hoje, dia 17, tem mais quadrilha junina, cantores locais e o show da banda Lagosta Bronzeada.


Site desenvolvido por Agência Clig