Que o cearense é criativo, isso todo mundo já sabe. No município de Quixeramobim uma necessidade em especial fez com que um jovem criasse um triciclo de 11 marchas, com restos de sucatas para trafegar nas estradas carroçáveis da pequena comunidade de algodões, na zona rural. Conheça a história de Cosmo Cirino.

Há seis anos os pais de Cosmo sofreram um acidente de motocicleta. A preocupação do rapaz foi o estopim para a criação do novo transporte.

“De moto você cai, você se machuca. Tá com uns cinco ou seis anos que eu tava com a minha mãe, aí aconteceu um incidente. Eu pensei: ‘Ninguém tem dinheiro para comprar carro, vou lutar para fazer um meio de transporte para você ficar segura e tranquila, para andar para todo canto’”, lembra Cosmo.

A engenhoca idealizada por Cosmo foi feita utilizando motor de motocicleta, caixa de marcha de um carro modelo Chevette e peças de um cultivador, além de restos de sucata.

Mas se você acha que o rapaz é engenheiro, mecânico ou algo dessa natureza, está enganado. Cosmo concluiu apenas a sexta série do ensino fundamental e nunca teve contato com oficina mecânica.”Parei no sexto ano para trabalhar. Ou trabalhava, ou estudava”, conta.

A preocupação de Cosmo, agora, é com a fiscalização do órgão de trânsito. Ele diz: “Já fui atrás de alguma declaração para liberar”.

O triciclo inventado por Cosmo já transporta o jovem e seus familiares na comunidade, chamando a atenção de quem se depara com esse transporte nada convencional. Até agora a engenhoca já recebeu investimento de cerca de R$ 7 mil. (Informações do site Tribuna do Ceará)


Site desenvolvido por Agência Clig