Francisco Diego Matos de Sousa (22) e Francisco José Matos de Sousa (34).

Uma operação da Polícia Civil, conduzida pela Delegacia Regional de Baturité, com apoio das delegacias de Aracoiaba e Guaramiranga, resultou nas prisões de dois irmãos suspeitos de participarem do homicídio que vitimou Paulo Rones Queiroz de Brito, no dia 24 de julho, em Baturité. Os irmãos foram presos, nesta semana, com uma pistola calibre 380 municiada.

As investigações sobre o homicídio iniciaram ainda no dia do crime. Reunindo informações, colhendo depoimentos e provas, a Polícia Civil chegou a dois nomes: Francisco Diego Matos de Sousa (22) e Francisco José Matos de Sousa (34). Ambos pertencentes a um grupo criminoso com atuação na região. Conforme apurado em inquérito policial, o crime tem relação com a disputa por território, já que a vítima era de um grupo rival. Na mesma ocorrência, outro desafeto dos irmãos foi lesionado e ficou paraplégico, em decorrência dos ferimentos.

Pistola calibre 380 com 13 munições foi apreendida.

Com os suspeitos, a equipe de policiais civis apreenderam uma pistola calibre 380 com 13 munições, que estava escondida em uma residência em Aracoiaba. Conforme investigações, os irmãos atuavam em Baturité e outros municípios da Serra de Baturité, como Capistrano, Aracoiaba e Quixadá. A dupla, que é conhecida por “Pica Pau” e não tinha antecedentes criminais, foi conduzida para a Delegacia Regional de Baturité e levada para a Cadeia Pública do município.


Site desenvolvido por Agência Clig