Questão 30 do concurso da Seduc tem conectivo trocado e se torna passível de anulação

No dia 21 de outubro de 2018, muitos pais de família, professores, estudantes ligados à licenciatura plena fizeram a prova objetiva, que corresponde à primeira fase do concurso para professor efetivo da SEDUC (Secretaria de Educação do Ceará), concurso que tem como banca examinadora a UECE (Universidade Estadual do Ceará).

Houveram provas em vários municípios do estado, sendo um desses Quixadá, onde a prova foi realizada em 3 locais: na Faculdade de Educação, Ciências e Letras do Sertão Central (FECLESC), na EMTI Cesar Cals e na Escola Profissional Maria Cavalcante Costa.

Muitos sonham com a estabilidade nessa profissão tão importante que é a de professor.

Mas, nesse concurso, existem questões passíveis de anulação, o que fez com que vários candidatos entrassem com recursos nos dias 23 e 24 de outubro, pedindo anulação ou troca de gabarito.

Uma das questões que chamou a atenção de vários candidatos foi a questão 30 que aparece na prova da seguinte forma:

“Pela legislação que organiza a oferta do ensino no Brasil, Lei Nº 9.394/96 – LDB, a criança deve ingressar aos 6 anos de idade no 1º ano do ensino fundamental e concluir a etapa aos 14 anos. Na faixa etária dos 15 aos 17 anos, o jovem deve estar matriculado no ensino médio. Se, por qualquer razão, há defasagem entre a idade do aluno e a idade recomendada para a série que ele está cursando, ocorre o fenômeno denominado de distorção idade-série, que é considerada somente quando a defasagem é de A) 2 anos e mais. B) 3 anos e 11 meses. C) 3 anos e mais. D) 1 ano e 6 meses”.

Note que houve uma troca de conectivos na alternativa considerada correta no gabarito preliminar da UECE: “2 anos e mais”. O conectivo “ou” foi trocado por “e”, quando deveria estar escrito na questão correta: “2 anos ou mais”, e não “dois anos e mais”.

Segundo um dos candidatos que entrou com recurso pedindo a anulação da questão, “a referida questão apresenta um problema interpretativo no tocante ao emprego do conectivo “E”, que corresponde a um valor aditivo na língua portuguesa. O comando aborda a distorção “idade série, que é considerada comente quando a defasagem é de a) 2 anos e mais b) 3 anos e 11 meses c) 3 anos e mais d) 1 ano e 6 meses. Segundo inúmeras fontes oficiais, o aluno é considerado em situação de distorção ou defasagem idade-série quando a diferença entre a idade do aluno e a idade prevista para a série é de dois anos OU mais. Entender a relação semântica do conectivo empregado pela banca é perceber que dá margem para que as opções a, b e c também sejam consideradas corretas, uma vez que o comando não estipula noção de idade mínima e, tampouco, o conectivo empregado assim também a mesma noção de “a partir de 2 anos OU mais”. Portanto, acredito que não há opção correta, pois não estabelece sentido de limite de condição mínima para que se configure a distorção idade série”.

Dia 07 de novembro é a data que está marcada para a divulgação dos resultados sobres os recursos. Nessa prova, o candidato teria que atingir vários perfis mínimos. A anulação dessa questão pode fazer com que candidatos consigam ir para a segunda fase do concurso, mantendo a esperança da aprovação.

ESPAÇO PUBLICITÁRIO

 


Site desenvolvido por Agência Clig