Luís Mauro Albuquerque

O novo secretário da Administração Penitenciária, Luís Mauro Albuquerque, foi empossado no dia 1º de janeiro. Antes mesmo de assumir o cargo, ainda quando o nome era especulado nos bastidores, o crime organizado nos presídios se manifestou contrário à indicação.

Após a posse e a declaração dada pelo secretário, de que não reconhecia facções criminosas, a onda de ataques iniciou no Ceará.

Luís Mauro é Policial Civil do Distrito Federal e atuava no Rio Grande do Norte como Secretário de Justiça e Cidadania, pasta responsável pela administração das unidades prisionais.

Ele é especialista em gestão penitenciária e também atuou como coordenador de uma força-tarefa do Ministério da Justiça que retomou o controle da penitenciária de Alcaçuz, em Natal, após uma série de rebeliões há dois anos.

No Ceará, ele já havia atuado na crise penitenciária em 2016, após a morte de 14 presos e a destruição de cinco unidades prisionais. Em novembro do ano passado, o Ministério Público do Rio Grande do Norte decidiu não dar sequência a uma reclamação que havia sido formulada pelo mecanismo nacional de prevenção e combate à tortura.

A denúncia havia sido baseada em declarações do então Secretário de Justiça que, segundo o Ministério Público, haviam sido descontextualizadas.


Site desenvolvido por Agência Clig