Material apreendido na operação.

Drogas e uma arma de fogo foram apreendidas e duas pessoas foram presas em uma operação desencadeada pelas Polícias Civil e Militar, por meio da Divisão de Combate ao Tráfico de Drogas (DCTD) e do Batalhão de Polícia Rodoviária Estadual (BPRE), respectivamente. O resultado da ofensiva, ocorrida na última quarta-feira (02), foi divulgado em coletiva de imprensa realizada ontem (08), na sede da delegacia especializada, no bairro de Fátima, em Fortaleza.

O fato ocorreu por força de dois mandados de busca e apreensão pelos crimes de tráfico de drogas, em residências na Praia da Caponga, na cidade de Cascavel, na Área Integrada de Segurança 13 (AIS 13). No primeiro imóvel abordado, os profissionais de segurança prenderam Antonio Albenilson Vital Martins (28) – conhecido por “Nilssim” – que ao perceber a chegada das equipes policiais, arremessou uma pistola calibre 380 para o telhado da casa. O homem foi preso e a arma de fogo foi apreendida com doze munições. No interior da casa, foram encontradas sacolas contendo 80 gramas de cocaína, 70 gramas de maconha e 30 gramas de crack, divididos em pequenos papelotes e prontos para a venda.  No veículo de Antonio Albenilson, um Honda Civic de cor preta, os policiais encontraram uma pedra grande de crack pesando cerca de 150 gramas.

Dando continuidade às diligências, as Polícias Civil e Militar chegaram a um segundo imóvel, em construção e na mesma região, onde encontraram Antonio Moura Vital (28). O indivíduo, ao perceber que se tratava da Polícia, tentou se evadir, mas foi imediatamente contido. Ao ser indagado a respeito da posse de entorpecentes, o homem informou que o material estava enterrado, em um terreno baldio, próximo a residência de “Nilsim”. Retornando até lá, os policiais encontraram tijolos de crack e maconha, que totalizaram 1,9 quilos; um saco com cocaína, dois celulares, caderno de anotações oriundas da prática ilícita e duas balaclavas. Em uma segunda cavidade, foram encontradas embalagens contendo cerca de 700 gramas de mineíta, material que possui alto valor comercial, porque é utilizada para o preparo da cocaína.

“Nilssim”, que já responde por ameaça e crime ambiental, e Antônio Moura, com antecedente criminal por tráfico de drogas, foram encaminhados para a sede da DCTD, onde foram autuados em flagrante por tráfico de drogas e associação para o tráfico.


Site desenvolvido por Agência Clig