Chefes de facções do Ceará serão transferidos para presídios federais em outros estados

O Ceará conseguiu 60 vagas em presídios federais para a transferência de detentos identificados como chefes de facções criminosas. A informação foi confirmada pelo Governo do Estado.

Um dos detentos envolvidos nos ataques já foi transferido e há previsão da transferência de mais 20 presos para presídios federais durante a madrugada desta segunda-feira, 07. (do Diário do Nordeste)


Site desenvolvido por Agência Clig