Ceará vai iniciar vacinação contra Covid-19 em pessoas de 12 a 17 anos.

A Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) reforça a necessidade de cadastro para a vacinação contra Covid-19 para o público de 12 a 17 anos. A inscrição pode ser realizada na plataforma Saúde Digital. O início da vacinação deste grupo está previsto para o fim de agosto. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), existem 1.049.462 jovens nesta faixa etária no Ceará. Até sexta-feira (20), 386.377 mil pessoas deste perfil realizaram o cadastro.

O secretário da Saúde, Marcos Gadelha, reafirma o compromisso de vacinar todos os cearenses, medida essencial para combater o avanço da doença no Estado. “Estamos trabalhando com o cidadão no centro de todas as ações da Saúde. Por isso, temos o compromisso, sempre pautados pela ciência, de vacinar toda a população cearense contra a Covid-19”.

Como explica a secretária executiva de Vigilância e Regulação da Sesa, Magda Almeida, “crianças e adolescentes também podem adoecer e podem fazer o vírus circular, então é um grande avanço na campanha de imunização”. “A gente conclui [a vacinação em pessoas a partir de 18 anos] com louvor em agosto, pelo menos nos grandes municípios, e avança para uma nova faixa etária”, pontua. Até então, o imunizante da Pfizer é o único autorizado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para esta parcela da população.

Para o cadastro, é preciso informar nome completo, CPF, data de nascimento, raça, número do cartão nacional de saúde e telefone para contato, por exemplo. A Sesa ressalta a importância de preencher os dados com as informações corretas e verdadeiras para que a vacinação ocorra de forma organizada e mais ágil. As prefeituras são responsáveis por cadastrar a população que não tem acesso à Internet.

Transparência

Desde o início da Campanha de Vacinação contra a Covid-19 no Ceará, a Sesa disponibiliza, diariamente, por meio do Vacinômetro, o quantitativo de doses recebidas, distribuídas aos municípios e aplicadas – inclusive por grupos populacionais.

Até o momento, 7 milhões de doses já foram aplicadas no Estado. Destas, 4,88 milhões são referentes à primeira dose e 2 milhões, ao reforço. Além disso, mais de 154 mil cearenses receberam dose única da farmacêutica Janssen, um dos quatro imunobiológicos aplicados no Ceará.

ESPAÇO PUBLICITÁRIO.


Site desenvolvido por Agência Clig