(Foto: Divulgação/Hospital Regional Norte)

Seis amostras de secreção do paciente com suspeita de coronavírus no Ceará seguem nesta quinta-feira, 30, para análise nos laboratório da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), no Rio de Janeiro. O caso do morador de Sobral, que passou três meses viajando pela China, é uma das nove situações investigadas pelo Ministério da Saúde no Brasil.

De acordo com Regina Carvalho, secretária da Saúde de Sobral, o caso do paciente de 40 anos de idade está sendo tratado com o “excesso de zelo” que a situação exige, mas sem pânico. “É uma questão de prevenção para que se tenha o controle de algo desconhecido, mas que pode ser descartado com a evolução da fase de observação”, afirma a gestora.

O paciente foi transferido do Hospital Unimed Sobral para o Hospital Regional Norte (HRN), também no município. O HRN, segundo a Secretaria da Saúde do Município, tem protocolos de isolamento para casos como este.


Site desenvolvido por Agência Clig