Camilo Santana, governador do Ceará.

O governador Camilo Santana (PT) usou as redes sociais nesta segunda-feira, 29, para destacar a importância do prosseguimento do respeito às medidas de isolamento social no Ceará, segundo ele descumpridas por parte dos cearenses. Ele disse que a retomada econômica pode recuar se números do coronavírus no Estado piorarem. Dados da Secretaria de Saúde do Ceará (Sesa-CE) desta segunda-feira mostram 108.225 confirmações da infecção, com 6.076 mortes.

“Tenho alertado que a situação não é de normalidade. A epidemia continua. O cenário ainda é de preocupação. Tenho visto imagens de aglomerações injustificáveis. É preciso responsabilidade”, escreveu o petista.

Ele adicionou que, se não houver “consciência de todos”, os números da Covid-19 podem voltar a subir, o que fará com que a retomada da atividade econômica seja retardada.

“A economia é importante, as pessoas precisam voltar a trabalhar, mas muita gente está ignorando os alertas e colocando sua vida e a dos outros em risco. Essa luta só será vencida se todos colaborarem”, ele enfatizou.

“Tenho alertado que a situação não é de normalidade. A epidemia continua. O cenário ainda é de preocupação. Tenho visto imagens de aglomerações injustificáveis. É preciso responsabilidade. Se não houver consciência de todos, os números da Covid podem voltar a subir e o Processo de Retomada Econômica não avançará, podendo, até mesmo, regredir e negócios serem novamente fechados, o que não queremos que ocorra. A economia é importante, as pessoas precisam voltar a trabalhar, mas muita gente está ignorando os alertas e colocando sua vida e a dos outros em risco. Essa luta só será vencida se todos colaborarem. Só saia de casa quando for necessário, e sempre usando máscara”, disse Camilo. (Via O Povo)


Site desenvolvido por Agência Clig