Mais uma vez a Terra dos Monólitos é destaque no cenário esportivo nacional. Desta vez o talento vem do Bairro Campo Novo. O jovem Jeffeson Sousa, de 24 anos, conhecido popularmente como “Dom”, apelido que lhe é atribuído por causa das suas habilidades esportivas, passou a integrar, desde o início deste mês de fevereiro, a equipe Flores da Cunha Futsal, que é um dos mais renomados grupos esportivos do Sul do Brasil.

A trajetória

Jeffeson do Nascimento Sousa, nascido em 20 de setembro de 1992, natural da cidade de Quixadá, é o 8º filho do casal de agricultores Osias Monteiro de Sousa (in memoriam) e Maria da Conceição do Nascimento Sousa.

Nascido no sertão do Nordeste brasileiro, Jefferson teve sua infância profundamente marcada pela perda da figura paterna. Isto, porém, o motivou a desbravar com coragem os desafios impostos pela vida. Desde muito pequeno, foi possuidor de uma considerável habilidade esportiva, destacando-se entre os colegas, especificamente com ousadas manobras, caracterizadas pela força e marcação. Tal estilo lhe rendeu o  apelido de “DOM”, que passou a ser o seu cartão de visitas.

A sua trajetória é, também, marcada por ampla participação nos mais variados grupos de futsal do Estado do Ceará.

Jefferson, segundo da esquerda para a direita, ao lado de companheiros do Flores da Cunha.

Flores da Cunha

Desde o inicio de fevereiro, Dom passou a assumir a identidade esportiva de “FLORENSE”, bem como a residir na serra gaúcha. Ele objetiva desempenhar todas as suas habilidades junto à Equipe de Futsal Flores da Cunha, que este ano participará do campeonato nacional e estadual gaúcho, série ouro de futsal. O grupo entrará em quadra com um experiente corpo de atletas, inclusive de renome internacional, como o campeão mundial Charuto. A equipe será liderada pelo técnico Paulo Boff.

Futsal e Futuro

Segundo o atleta, esse é o único casamento que ele vislumbra para os próximos anos: dedicação exclusiva ao Futsal. Para isso, Dom espera contar com a ajuda dos familiares e amigos e a torcida dos seus conterrâneos na terra dos monólitos

“Meu sonho é que Quixadá brilhe comigo nas quadras, meu desejo é que a minha marcação em quadra represente a força da minha terra…” – Dom

Site desenvolvido por Agência Clig