Eunício comanda a Polícia Legislativa. Requião não gostou de como foi tratado por determinação do colega de partido.

O Senador Roberto Requião (PMDB-PR) convidou juízes do trabalho para conversar em seu gabinete no Senado Federal nesta terça-feira, 11. Para sua surpresa, policiais a serviço do próprio senado barraram a entrada dos magistrados, fazendo com que Requião tivesse que descer até a entrada para ir buscá-los.

“Foi uma situação extremamente desagradável, colocando a mim, um senador de 76 anos de idade, a ponto de entrar em vias de fato com um funcionário do senado que obedece determinações de Eunício Oliveira, presidente da casa”, desabafou Requião.

“Minha gente isso aqui virou uma zona, virou um bataclã, e esses policiais agem como se fossem porteiros de bordel, tentando impedir a entrada de senadores”, acrescentou.

Assista a declaração completa no vídeo a seguir:


Site desenvolvido por Agência Clig