Ciro chama Eduardo Bolsonaro de “merdinha” e diz que governo é o “mais entreguista e traidor que o Brasil já teve”

Ciro Gomes (PDT) reagiu ao comentário do deputado federal Eduardo Bolsonaro, que sugeriu que, se houver protestos de rua e o que chamou de “radicalização da esquerda”, uma medida como o AI-5, medida mais dura da ditadura militar, pode se tornar necessária.

Em suas redes sociais, Ciro comentou a fala do deputado, classificando-o como “merdinha”, “deslumbrado”, “tolete de esterco”, “boçal” e lunático”. Para Ciro, Eduardo apenas acha que detém poder para uma medida como o AI-5. “Vê aí na internet, seu merdinha, qual foi o destino do Mussolini e recolhe tua viola”, disse Ciro.

“Seguiremos exigindo das autoridades que esclareçam o envolvimento de vcs com as milícias e com dinheiro público desviado de seus gabinetes para o próprio bolso. E denunciando a venda do País pelo governo mais entreguista e traidor que o Brasil já teve” (sic), finalizou o pedetista.

Veja no Facebook publicação de Ciro Gomes:


Site desenvolvido por Agência Clig