Bolsonaro.

O presidente Jair Bolsonaro determinou, em reunião com o Banco do Brasil e agências de publicidade, que palavras como “lacrou” e outras consideradas do dicionário LGBT estão proibidas de serem veiculadas em qualquer tipo de publicidade ou divulgação de estatais.

De acordo com informações divulgadas pelo portal da Veja, a determinação vale para todas as empresas públicas.

O anúncio acontece após o presidente afirmar, em café com jornalistas na quinta-feira, que o Brasil não pode ser “paraíso do mundo gay”.

“Quem quiser vir aqui fazer sexo com uma mulher, fique à vontade. Agora, não pode ficar conhecido como paraíso do mundo gay aqui dentro”, afirmou Bolsonaro.


Site desenvolvido por Agência Clig